10 atitudes para saúde emocional na quarentena

Portal IECP 2

10 atitudes para prevenir e manter a saúde emocional em tempos de quarentena
Por Abner Morillas

1. Estabeleça uma rotina
Manter uma rotina é uma maneira simples de proteger a organização mental. Determine horários fixos para trabalhar, alimentar-se, fazer pausas, não deixe de ter momentos para o lazer e de descanso.

Evite ficar de pijama durante o dia, tome um belo banho e se vista confortavelmente, agindo como se, de fato, você estivesse indo para seu trabalho. Se possível, tenha um espaço na casa onde você possa se organizar, trabalhar e se programar para os desafios do dia.

2. Não se aliene emocionalmente
Somos seres sociais e necessitamos de socialização. Segundo pesquisas da Universidade Harvard, o que nos faz verdadeiramente felizes são as relações significativas que construímos ao longo da vida. Não tenha medo de pedir ajuda caso você precise de apoio. Caso você perceba que está entrando em um quadro ansioso ou depressivo mais grave, procure um psicoterapeuta. Muitos de nós estamos atendendo pela Internet. Procure alguém para falar das suas angústias, dúvidas e sofrimento. Lembre-se: “Quando a boca fala, o corpo sara, e quando a boca cala, o corpo fala”.

3. Trabalhe, mas saiba a hora de parar
 Dedicação é mais do que necessária neste momento, mas não deixe de separar um momento para estar com você mesmo, sua família, e se comunicar com amigos.

4. Agradeça intencionalmente: gratidão ativa
Um dos verdadeiros venenos para à nossa saúde mental é a prática de reclamar. Cuidado para não ser daqueles que veem defeito em tudo e não conseguem contabilizar as coisas boas da vida. Pare e conte as bênçãos. Agradeça se você está sob um teto, com alimentação e em segurança. Muitos não têm esse privilégio.

Veja o que a gratidão traz para nosso corpo:
– Estudos mostram que a gratidão melhorar nosso sono;
– Melhora nosso sistema imunológico;
– Melhora nossos relacionamentos;
– Exercitar a gratidão também predispõe você a exercícios físicos;
– Traz uma sensação de bem-estar;
– Diminui o estresse que é responsável pelo aumento do cortisol, aumenta a probabilidade de infarto, AVC, pressão alta, depressão e ansiedade.

Gratidão traz benefícios para todas as áreas da sua vida e a gratidão ativa depende da sua vontade e disposição em exercitá-la.

5. Medite: faça relaxamento

A meditação, auxilia a melhorar do sistema imunológico, assim como é uma aliada no combate ao estresse. Por isso, medite!

Reserve alguns minutos (5, 10, 15, 20) do seu dia e sente-se confortavelmente com as costas retas ou se deite. Encontre uma posição confortável e acompanhe a sua respiração, o ar entrando pelo nariz e saindo pela boca, vagarosamente, sem fazer força. Lembre-se que o relaxar é o contrário do esforço. Sempre que algum pensamento desviar sua atenção, retorne gentilmente seu foco para a respiração. Repita quantas vezes forem necessárias.
A meditação ajuda você estar a onde os seus pés estão. Este também é um grande ponto para baixar a ansiedade: Estar onde os seus pés estão.

6. Respire: fôlego de vida
Perceba sua respiração o longo do dia. A respiração lenta tranquiliza a mente. Utilize sua respiração para acalmar a sua mente, sempre que for necessário. Ao desacelerar a respiração, tranquilizamos a resposta ao estresse, que pode interferir de maneira negativa nosso sistema imunológico.

7. Durma bem
O sono é fundamental para que o nosso organismo se recomponha. Procure manter uma rotina na quarentena, acordando e dormindo mais ou menos no mesmo horário. A recomendação é que se faça entre 7 e 8 horas de sono por noite.

8. Faça jejum de mídia
Temos que nos manter informados, mas entrar nas redes sociais o tempo todo pode sobrecarregar sua mente e o rouba do que é mais importante: de você mesmo e das pessoas a sua volta. Quando você sentir compulsão em pegar o celular, tente controlar esse impulso e faça uma respiração profunda.

9. Exercite-se
Faça algum exercício, movimente-se, pois, a atividade física ajuda a manter os níveis de estresse mais baixos. Mas esteja sensível ao seu corpo. O que ele demanda? Se ele pedir repouso, reduza a atividade física.

10. Conecte-se com as pessoas que você ama
Já que temos a tecnologia, faça chamadas por vídeo nesse tempo de quarentena. É de vital importância que se tenha alguém com quem e possa falar abertamente das nossas angústias e sofrimentos.

Se você perceber que seu nível de ansiedade, tristeza ou irritabilidade tem aumentado a ponto de atrapalhar suas atividades do dia a dia e trazer conflitos com os que estão próximos de você, procure um atendimento psicológico online, o qual, neste momento, pode ser muito benéfico para ajudá-lo a retornar ao equilíbrio.

  • Abner Morillas é pastor e psicólogo, mestre em Ciências Médicas (FMUSP), Doutor, em psiquiatria (FMUSP) e Professor na Faculdade Teológica Batista de São Paulo. Site: www.gaip-saude.com.br

 

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest