Neemias – Parte 02 – A maior força da terra

Portal IECP 2

A maior força da terra
Neemias 1:4-11

A oração tem sido chamada de “a maior força da terra”.

Em suas “memórias”, Neemias conta-nos de sua experiência com a oração. Ele enfrentou uma situação que era grande demais.

Alan Redpath ressaltou: “Muitas de nossas orações são apenas pedidos a Deus que abençoe alguém que está doente, e nos mantenha na labuta. Mas a oração não é mera tagarelice: é uma guerra”.

O conhecimento das condições de seu povo leva Neemias a orar. Ele chora e lamenta por eles durante dias. Também jejua e ora a Deus a favor deles.

Neemias começa sua oração com adoração e culto a Deus. Ele focaliza seus pensamentos sobre a grandeza daquele de quem se aproxima. Quanto maior Deus se torna para ele, menor se torna o seu problema.

A oração de Neemias baseia-se nas Escrituras.

Ele inclui o louvor em sua oração. Suas ações de graça baseiam-se no caráter de Deus.

Neemias continua sua prece passando da adoração para os pedidos. Sua atitude é de persistência sincera baseada no fato de que Deus responderá à necessidade de seu povo, se mais uma vez eles se submeterem à sua autoridade.

A perseverança de Neemias é digna de nota. Ele continuou orando em favor do seu povo noite e dia. Neemias persistiu em orar até que obteve de Deus a resposta.

A oração não apenas auxilia a colocar nossas vidas em conformidade com a vontade de Deus, como também nos prepara para receber a resposta. À medida que nos conscientizamos do propósito de Deus, frequentemente passamos a ver a parte que nos cabe dentro de seu plano. A oração persistente, portanto, tem o propósito de fortalecer a nossa resolução. Recebemos nova confiança. Esta confiança nos ergue do plano de desalento e falta de esperança para nos dar fé que persevera até que tenhamos atingido aquilo que Deus deseja.

Os autossuficientes não oram; apenas falam consigo mesmos; os autossatisfeitos não têm conhecimento de sua necessidade. Os autojustificados não podem orar; não possuem base sobre a qual possam aproximar-se de Deus.

Para que a oração tenha efeito, tem de ser acompanhada de confissão. Neemias sabe que o pecado está na base da situação atual. Portanto ele confessa: “pecamos contra ti”.

Ao lembrar a provisão que Deus fez para restaurar o povo ao seu favor, Neemias demonstra outro princípio de oração: para que a oração seja eficaz ela precisa basear-se nas promessas de Deus.

“A oração não é vencer a relutância de Deus; é o apropriar-se de sua mais alta disposição”. Dr.R.C.Trench.

Neemias continua pedindo o favor do Senhor durante quatro meses. Durante estas semanas ele vê os problemas com maior clareza. Também começa a compreender a parte que terá que desempenhar como resposta à sua própria oração.

Neemias não sabe como Deus vai fazer com que as coisas se desenrolem. Sua confiança no Senhor é tal que ele confiantemente espera que Deus cuide de todos os detalhes.

PRINCÍPCIOS DE LIDERANÇA:

  1. O líder precisa ter interesse pelos outros. Um líder sábio coloca bem alto em sua lista de prioridades o bem-estar daqueles com quem trabalha. Um líder que se identifique de perto com aqueles a quem lidera poderá motivá-los a conseguir mais. Ele poderá avaliar as capacidades individuais, fundi-los numa unidade, e desafiá-los com alvos pessoais e da corporação.

“O início da liderança é uma luta pelos corações e pelas mentes dos homens”. Bernard L. Montgomery.

  1. Não se pode ignorar ou negligenciar a importância da oração.

“A força da oração é maior que qualquer possível combinação de poderes controlados pelo homem, pois a oração é o maior meio que o homem tem de recorrer aos recursos infinitos de Deus”. J. Edgar Hoover.

Neemias descobriu que a oração é imensa fonte de poder. Através da oração Neemias teve nova perspectiva do problema, foi levado a estabelecer suas prioridades e recebeu novo sentido de propósito.

No final de quatro meses de intercessão intensiva, Deus tinha dado a Neemias a solução do problema.

Quanto maior Deus se torna para nós, tanto melhor será nossa perspectiva da situação e dos problemas que enfrentamos.

Nossas orações diárias diminuem nossas preocupações diárias. Também nos mantém no lugar em que Deus nos pode usar.

Este é um resumo do Capítulo 1 do livro “Neemias e a dinâmica de liderança eficaz”, de Cyril Barber, Editora Vida, desenvolvido por Eliane Werner, missionária da Mocidade para Cristo do Brasil.

 

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest