Portas abertas

“Porque uma porta grande e oportuna para o trabalho se me abriu…” 1 Coríntios 16:9.

Soren Kierkegaard (1813–55), filósofo dinamarquês, escreveu: “Se eu tivesse de desejar alguma coisa, não desejaria riqueza e poder, mas […] o olho que, sempre jovem e ardente, vê o possível.”

O apóstolo Paulo enxergou algumas grandes possibilidades de ministério em situações de sua vida. Ele usou as portas abertas que Deus proporcionou para testemunhar de Cristo. Quando foi preso em Jerusalém e compareceu perante o governador Félix, usou a oportunidade para proclamar o evangelho (Atos 24:24). Enquanto ele e Silas estavam na prisão, compartilharam o evangelho com o carcereiro de Filipos (Atos 16:25-34). Mais adiante, Paulo usou seu encarceramento em Roma como uma oportunidade para encorajar os cristãos de Filipos em sua fé (Filipenses 1:12-18). Ao escrever à igreja de Corinto, Paulo disse àqueles cristãos que desejava visitá-los e passar algum tempo com eles, mas necessitava permanecer em Éfeso devido a uma oportunidade de ministério: “Ficarei, porém, em Éfeso até ao Pentecostes; porque uma porta grande e oportuna para o trabalho se me abriu…” (1 Coríntios 16:8,9). E Paulo também envolveu outros, pedindo-lhes para orarem por portas abertas para que ele pudesse falar claramente sobre Cristo (Colossenses 4:3). Peça a Deus para mostrar-lhe possíveis portas abertas para servir. Você poderá se surpreender com o que verá. Deus escreve ‘oportunidade’ num lado da porta e ‘responsabilidade’ no outro.

  1. Dennis Fisher

Leitura bíblica:
I Corintios 16:1-12
Atos 24:24
Atos 16:25 a 24
Filipenses 1:12-18

compartilhar

Posts Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest