Dá-me dessa água

A mulher disse: “O senhor não tem um balde para tirar água, e o poço é fundo. Então, de onde vai tirar essa ‘água viva’? Por acaso o senhor tem mais recursos que nosso antepassado Jacó, que cavou este poço e bebeu dele, e também seus filhos e seus rebanhos, e o deixou para nós?”. Jesus disse: “Quem beber desta água vai ficar com sede outra vez. Quem beber da água que eu der nunca mais terá sede – nunca! A água que ofereço é como um poço artesiano interior, jorrando vida para sempre”. João 4.11-15
O equívoco nem sempre impede a comunicação; às vezes, como nesse caso, é um estímulo criativo para buscarmos a plena compreensão. Jesus usa o físico como base para despertar o desejo pelo espiritual. Compare com Mateus 5.6.
Dá-me dessa água, Senhor Jesus: satisfazer meu espírito na fonte profunda da vida eterna, que brota abundantemente. Deixa-me beber dela todos os dias e sempre, e nunca mais ter sede. Amém.
Fonte: www.ultimato.com

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp